Blog

Nossas opiniões acerca de empreendedorismo e negócios.

E agora, quem vai me ajudar a manter minha empresa?

Há um boom na internet incentivando as pessoas a empreender, e isto é ótimo... Mas analisando a quantidade de propagandas de sites e empresas focadas em ajudar as pessoas a empreender é desproporcional às empresas e prestadores de serviço interessadas em que o seu negócio tenha continuidade e sustentabilidade.

Temos que nos preocupar com a saúde das empresas, sejam elas pequenas, micro ou apenas insipientes desde o momento em que as portas são abertas. Os maiores desafios estão justamente no começo.

Quantas pessoas nesse Brasil abrem uma empresa sem caixa para segurar os primeiros 6, 12 meses?

Quantas pessoas abrem suas empresas baseadas na opinião de amigos ou de poucos conselheiros e não se atentam para saber se seu produto ou serviço será mesmo aceito pelo mercado?

Quantas pessoas não fazem pesquisas aprofundadas para saber se o que vai oferecer no mercado já existe igual ou similar?

Quantas pessoas, antes de abrir um negócio, avaliam seu padrão de qualidade frente à concorrência?

Temos que nos atentar para que, atualmente, bom atendimento, produtos de qualidade e entrega rápida são itens básicos que todos devem oferecer e somente isso não oferece diferenciação alguma frente ao mercado. Isto é o mínimo que os clientes esperam.

Temos que pensar nosso negócio sempre com a visão do cliente! Obviamente o empresário tem que visar o lucro e a perenidade do negócio acima de tudo, mas somente se cativarmos e mantermos clientes teremos a última linha do resultado positiva, portanto o que temos que pensar é se o que eu ofereço vai agradar meus clientes novos e potenciais. Essa pergunta tem que ser feita dentro do negócio o tempo inteiro.

Caso notemos em algum momento que nosso produto ou serviço não está agradando de alguma maneira é o momento de repensar.

Repensar sempre!!!